top of page

PERSONALIDADE DO MÊS - Setembro 2023: ANTÓNIO GAMA DA SILVA

No mês de Setembro, destacamos o António Gama da Silva como Personalidade do Mês! Muitos parabéns! É pediatra, e com o pouco tempo que tem livre (após o trabalho), tenta organizar a sua vida particular e desportiva. Um desafio que vive todos os dias, e que, por vezes não é fácil! Mas tudo é possível com força de vontade, disciplina e uma grande organização na agenda!


Vem saber mais sobre ele:


Fotografia: Run Tejo


1. Quem é o António Silva?

Tenho 28 anos, sou de Lisboa. Sou médico interno de pediatria, no Hospital de Santa Maria. Sou apaixonado por desporto. Tanto como espectador, como atleta. E recentemente no atletismo, mais ou menos há 4 anos. Comecei a correr por diversão e agora mais a sério. Agora tornou-se um vício bom! Muito por culpa da Run Tejo. Tornou-se parte do meu dia-a-dia, da minha vida. Neste momento, o meu principal hobbie.


2. Há quantos anos treinas, e como é que o atletismo apareceu na tua vida?

Treino há 4 anos. Eu antes fazia ténis, de competição. Depois de deixar o ténis, estive alguns anos só no ginásio. E depois, comecei a correr sozinho e fazia sempre o mesmo treino: 10 quilómetros a dar tudo (na altura à volta de 42 minutos). Não percebia nada de atletismo. Foi por culpa do meu amigo Hugo Augusto, que conheci a Run Tejo. O Hugo reparou nos meus tempos nas redes sociais, e ele disse que eram tempos razoáveis, e falou-me na equipa. Liguei ao Carlos Freitas e fiquei na Run Tejo com muito gosto.


3. O que simboliza para ti pertencer à equipa Run Tejo – Prevent Sprain?

É um orgulho e é um prazer. Acho que temos um ambiente que é único, e que é muito especial. Formam-se aqui grandes amizades. Sempre que vou para um treino, vou sempre bem-disposto, porque sei que vou treinar com amigos. E sei que vai ser divertido. Acho que pertencer à Run Tejo, é como pertencer a uma família. Todos nós damos um bocadinho do que sabemos fazer, em prol da Run Tejo. E ajudamos com o que temos jeito. Isso é fundamental.


4. Qual foi o teu maior feito desde que estás no clube?

Tinha o objetivo de baixar dos 35 minutos aos 10 quilómetros, e já foi feito. Agora é ir para mais, baixar para dos 34 e assim sucessivamente.


5. O que representa para ti esta distinção de personalidade do mês?

Representa um orgulho enorme. É perceber que, estou a fazer as coisas bem. Que estou focado e quero fazer mais e melhor. E representa, também uma motivação extra para continuar a treinar e alcançar os meus objetivos.


6. Quais são os teus atletas de referência?

Dentro da equipa são: o Filipe Rebelo, o Carlos Tiago e o Miguel Pinto. Valorizo imenso os conselhos dos três. E claro o nosso grande mister Carlos Freitas. Fora da equipa: os portugueses que eu mais acompanho, o Samuel Barata e a Mariana Machado, também por ser estudante de medicina. Internacionalmente, o Jakob Ingebrigtsen.


7. Qual o conselho que dás a todos os atletas que andam por aí a correr, sem qualquer orientação e grupo de treino?

Como eu disse anteriormente, eu não fazia a mínima ideia como é que se treinava atletismo. Era sempre a fazer 10 quilómetros a dar tudo. E assim que percebi a diferença que faz ter um plano de treino, um grupo de treino, comecei a ter motivação e melhorei da noite para o dia.

Não corram sozinhos. Parece um desporto individual, mas acaba por ser um desporto coletivo. Então séries longas sozinho, é como um passeio no deserto. Não consigo fazer series longas sozinho. É sempre bom termos companhia.



8. Como concilias os treinos e corridas com a tua vida profissional e pessoal?

Às vezes não é fácil. Eu agora estou determinado, em treinar todos os dias em que não estou de urgência. Tem dias que estou de banco 24 horas, e é difícil treinar nesse dia. Às veze treino de manhã cedo ou ao final da tarde. Tento conciliar conforme posso. Há sempre alturas na vida profissional que não é fácil.


9. Qual a tua distância preferida, e porquê?

Tenho duas: os 10 quilómetros porque é uma prova mítica e é sempre aquele tempo de referência, de qualquer atleta de fundo. E depois, gosto muito dos 3 mil metros obstáculos. Não sei se é pelo tamanho da minha perna, mas acho que é uma prova muito gira e divirto-me sempre imenso. Quero melhorar a minha marca nesta prova.


10. Qual a tua prova preferida, e porquê?

Gostei muito de fazer a Silvestre de Lisboa, pelo ambiente e pela quantidade de gente. Pelas luzes de Natal e por ser uma prova mítica.


11. Tens alguns cuidados com a alimentação?

Tenho. Não sou uma pessoa super restrita. Vou jantar fora e bebo uns copos mas no dia-a-dia sou saudável. Não faço nenhum regime alimentar. Como um pouco de tudo. Nas vésperas de prova não bebo álcool e nos dias de prova não bebo leite.


12. Qual a tua maior motivação para continuares a correr?

Sentir-me bem comigo próprio e continuar a melhorar as marcas. São as minhas duas maiores motivações. E continuar a divertir-me e a fazer amigos. Tornou-se um prazer que já faz parte da minha vida.


13. Queres deixar algum agradecimento público?

Um agradecimento ao mister Carlos Freitas, porque foi ele que me ensinou basicamente tudo o que eu sei de atletismo, que é pouco. Foi ele que me disse nos primeiros treinos que, eu de facto tinha algum talento para a coisa. O que me motivou a tentar melhorar as minhas marcas.

E agradecer a toda a equipa. Pois eu acho que, temos um espírito espetacular com tudo para continuar a crescer.


Fotografias: Diversos




AGRADECIMENTO AOS PATROCINADORES:

Prevent Sprain Socks

Prevent Sprain - CM Socks

Aronick Equipamentos Desportivos

GoldNutrition

Anadias.Run

OrangeTangent Cosmética Urbana Soc. Unipessoal, Lda

Iriax Construções, Lda


bottom of page